terça-feira, 26 de abril de 2011

não sei se há verão


não sei se há verão
de onde vocês vêm
não sei
só sei que, donde venho,
há um vento verso e vário
que, soprando em tais horários,
traz a chuva, o amor
e mais.
não sei se haverás
de saber por onde corro
não sei se ouvirão meus pedidos de socorro,
meus ais...
não sei se atenderão a porta
à campainha,
para abrir a uma visita ilustre
e esperada.
É claro que não sei de nada!
quem saberá?
não sei se há verão pra onde tu caminhas
mas leva minha voz
meus olhos
e esta lanterninha pra iluminar toda tua escuridão.

2 comentários:

  1. Esse eu gostei...
    Bjs
    Madza

    ResponderExcluir
  2. igual às andorinhas
    que vão
    e que vêm
    a procura de amooor

    ResponderExcluir